Biopuntura

 

 

Um dos sintomas mais frequentes no consultório médico é a dor, principalmente no tocante ao aparelho locomotor e, entre os pacientes, 10% apresentam dor crônica.

A dor funciona como um alarme do sistema, avisando que algo não está funcionando normalmente. A dor aguda normalmente é secundária, devendo-se procurar a causa dela para tratá-la. A dor crônica com frequência é multifatorial e o tratamento multiglobal.

Portanto, o sintoma dor é o principal indicador para saber a evolução do paciente e, em algumas instituições, é considerado o quinto sinal vital. Quando a dor é o principal sintoma, pode controlar o quadro clínico, criando uma nova enfermidade, dominando o aspecto psicológico do paciente. Dessa maneira, a valorização da dor e o seu controle revestem-se de grande importância.

Nos processos ortopédicos e reumatológicos, quando o principal sintoma é dor e o quadro é agudo e não responde à terapêutica tradicional, torna-se mister o uso de métodos especiais. A dor muscular acompanhada de inflamação pode ser parte de um complexo sintomático que exprime um transtorno generalizado, mas também pode originar-se de um processo local e ser resistente aos tratamentos convencionais. Dessa maneira é fundamental diagnosticar a causa do sintoma já que o controle da dor e/ou a supressão do processo inflamatório podem ser apenas um coadjuvante no planejamento terapêutico. Fortuitamente, em muitos pacientes, as injeções locais no sítio da dor ou sobre o tecido lesado proporcionam alívio prolongado e/ou eliminam totalmente os sintomas.

Observamos que há duas questões pertinentes e relevantes: o importante papel da dor atuando como alarme do organismo no quadro clínico e a necessidade de terapêutica rápida e apropriada.

Biopuntura é um método seguro e efetivo de injeções, nas quais as ultra-baixas doses de medicamentos são injetadas em regiões anatômicas específicas, sistematicamente selecionadas após um bem estruturado processo específico de diagnóstico.

Podem ser aplicadas nos metâmeros, sendo chamada, então, de Metameropuntura. Plexopuntura, quando realizada nos plexos neurovegetativos, ou Craniopuntura, quando no couro cabeludo.

A técnica de Biopuntura faz uso de uma simples injeção, que pode ser fracionada em vários pontos e feita com retirada lenta da aplicação, injetando o medicamento na retirada da agulha.

O efeito é menos rápido, mas duradouro, e com a medicação anti-homotóxica, a estimulação é mais eficaz.

No sistema musculoesquelético, pode-se aplicar, em pontos de acupuntura, terapia segmentar ou metamérica, intra ou perifocal, intra-articular, pericapsular e periarticular.

O uso de medicamentos homeopáticos injetáveis que atuam diretamente na modulação do processo inflamatório, não o bloqueando, permitem ao organismo o controle do processo de desintoxicação básico, que é a inflamação.

Os medicamentos injetáveis biológicos e anti-homotóxicos são utilizados na modulação do processo inflamatório, no controle do processo infeccioso, na reconstituição tecidual, no estímulo imunológico, na desintoxicação da matriz extracelular e na formação de haptenos débeis para estímulo humoral, no apoio hormonal no pré e pós-operatórios, podendo associar-se a outras terapias e medicamentos concomitantemente.

No sistema musculoesquelético, indicam-se medicamentos biológicos

para traumatismos em geral, entorses, distensões, contusões, hematomas, hemartroses, fraturas, edemas pós-cirúrgicos, edemas pós-traumáticos, edemas de partes moles, tendinite, estiloidite, epicondilite, bursite, periartrite escapuloumeral e artrose de pequenas e grandes articulações.

 

Podem ser tratadas inflamações brônquicas, gastrite, cistite, sinusite. Alergias como asma e eczema, febre do feno. E diversas outras patologias associadas a condições de auto e heterointoxicação, distúrbios hormonais e do sistema imune.  

Tereza Pita - Doctoralia.com.br

Várias apresentações em 2018.

  Em 2018 foram feitas apresentações em SP e Brasília. Os assuntos abordados variaram entre a neurofisiologia da aprendizagem, sua inter-relação com a performance cognitiva humana, e novíssimas tecnologias para ganhos, manutenção e aprimoramento da saúde física e mental.           Foram demonstradas atuações em crianças, adolescentes e adultos,  utilizando técnicas como a Análise computadorizada do Sistema Nervoso Autônomo, Biofeedback, Indução de Ondas do Cérebro, Neuro Otimização e variadas ferramentas neuropsicopedagógicas      inclusive o PEI - um programa para desenvolvimento da Inteligência.                                
      Abrem-se portanto, grandes alternativa para a educação,  neuropsicopedagogia e saúde com a associação de tecnologias que permitem quantificar, estimular e avaliar a evolução do indivíduo no processo de aprendizagem e saúde.                                        

Tecnologia REAC

Moderna tecnologia de neuromodulação foi o motivo da palestra do Dr. Paulo Roberto Fochesato – Médico  – realizada no dia 25 de outubro de 2017 no anfiteatro da Farmacotécnica no Setor Hospitalar Sul de Brasília.

Abordou o tratamento de quadros degenerativos, distúrbios do equilíbrio, dor crônica e diversas sequelas de lesões, com a utilização desta terapia que é motivo de inúmeros estudos científicos publicados nas maiores revistas médicas internacionais, como a Nature e a Scientific Report.

Salientou a ação rejuvenescedora celular do método, uma vez que facilita a produção e a diferenciação de células-tronco e a produção da Telomerase – enzima associada à longevidade celular.

Tendo se especializado no método na Itália em fevereiro de 2015, local onde foi idealizada esta tecnologia, esteve recentemente de volta à Itália em outubro de 2016, onde foram abordadas novas indicações deste tratamento, especialmente nos aspectos epigenéticos de pacientes com Transtorno do Espectro Autista e da Síndrome de Down e outras patologias correlatas.

Doença de PARKINSON , ALZHEIMER e outras patologias deverão ser motivo de nova palestra proferida pelo Dr. Paulo, ainda com data a ser definida.

Atende em Brasília no CDIB – Centro de Desenvolvimento da Inteligência e Biofeedback, onde aplica as sessões de neuromodulação.

Os contatos podem ser feitos por meio dos telefones (WhatsApp):

(61) 98403.9567 e

(51) 99744.8746.

 

Tereza Pita - Doctoralia.com.br